CLIQUE AQUI E SEJA LEVADA Á MAIOR LOJA DE BIQUÍNIS ATACADO E VAREJO DO BRASIL

sábado, 31 de dezembro de 2011

Seu Negócio é a Alma da Propaganda


  • Por Marcelo Fernandes
Entre Janeiro e Julho o e-commerce faturou mais do que os shoppings centers da Grande São Paulo.
De acordo com uma pesquisa desenvolvida pela Fecomercio em parceria com a e-bit, o comércio eletrônico movimentou R$ 7,8 bilhões de e commerce style 300x225 Seu Negócio é a Alma da Propagandajaneiro a julho, um crescimento de 41,2% em comparação ao mesmo período do ano passado, enquanto as vendas dos shoppings da região foram de aproximadamente R$ 7,2 bilhões.
Os fatores para esta diferença não ficaram claros, mas certamente tem relação com os melhores preços emaior conveniência encontrados na internet.
Muitos clientes vão até as lojas para experimentar os produtos, mas como muitas vezes é mais caro comprar na loja, é melhor voltar pra casa e concluir sua compra.
Não importa se sua empresa tem ou não e-commerce, pois o essencial é que a internet é o local onde 85% das pessoas buscam informação antes de decidir sua compra.
Quando vemos este acontecimento da perspectiva do Inbound Marketing e do conteúdo para sites, podemos concluir duas coisas:
  1. As lojas online ainda não oferecem informações suficientes, de forma a deixar o cliente seguro sobre o produto que está comprando. Desta forma, as pessoas tem que se deslocar até as lojas para experimentar antes de comprar.
  2. Os negócios em shoppings (e comércio) ainda não tiram vantagem, mostrando na web 2.0 a qualidade de sua presença física. 
  3. Ou seja, muitas marcas que ainda não tem e-commerce, tratam seus sites como brochuras virtuais.
Assim como eu, talvez você também já tenha ido até alguma loja para ver e entender melhor o produto que está comprando. Se houvesse conteúdo online ligado a necessidade do cliente, talvez ler especificações técnicas que acabam em uma visita a loja não fosse necessário.
As iniciativas relacionadas ao Inbound Marketing, podem ter custo relativamente mais baixo que muitas mídias tradicionais e apresentam retorno sólido. Atualmente podemos produzir conteúdo em vídeo para mostrar seus serviços e produtos, atendendo a necessidade de conveniência do cliente.
Produzir conteúdo para sites que seja único e memorável para seus clientes é sua oportunidade de vender mais.

O que eu acho do Facebook e algumas coisas dessa grande rede social que podem interessar a todos.



Há poucos anos,menos de dez, seria inimaginável  a possibilidade de  saber o que fazem e como estão meia dúzia de velhos e queridos amigos.
Como não sou de falar ao telefone, as poucas notícias  eram raras e nem sempre confiáveis.
Hoje posso dizer que participo do dia a dia de tantos amigos quantos queira, sabendo o que eles fizeram na semana passada,ontem ou o que pretendem fazer no próximo fim de semana.
Abrir o Facebook é como sentar num sofá com tantos amigos quantos eu deseje e ouvir cada um ou ignorá-lo, caso a conversa não esteja das mais agradáveis...
Também posso conhecer suas novas namoradas, participar das suas festas,saber como foi o passeio de barco do ultimo domingo e muito mais.
Imagino a felicidade e dependência de tantos quantos tem filhos,pais,namorados e namoradas ou qualquer parente morando em outra cidade ou país.
É bem provável que mesmo sem pensar nisso, milhões e milhões de pessoas sejam muito gratas a seu criador e os desenvolvedores e essa gratidão continue a traduzir bilhões de dólares a esses gênios.
Para os meus amigos fica esse meu modesto depoimento e alguns dados compilados da Wikipédia que podem interessar.

M.G.
***

Facebook
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Sede da Face book, Inc. em Palo Alto, Califórnia
Gênero Rede social
País de origem   Estados Unidos
Idiomas               inglês/ castelhano/ italiano/alemão/ português
Lançamento       4 de fevereiro de 2004
Pageviews          +65 bilhões / mês
Posição no Alexa             2ª
Desenvolvedor  Mark Zuckerberg
URL       www.facebook.com
Portal Tecnologias da informação
Face book é uma rede social lançada em 4 de fevereiro de 2004. Foi fundado por Mark Zuckerberg, um ex-estudante de Harvard.
Inicialmente, a adesão ao Facebook era restrita apenas aos estudantes da Universidade Harvard. Ela foi expandida ao Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), à Universidade de Boston, ao Boston College e a todas as escolas Ivy League dentro de dois meses. Muitas universidades individuais foram adicionadas no ano seguinte. Eventualmente, pessoas com endereços de e-mail de universidades (por exemplo, .edu, .ac.uk) ao redor do mundo eram eleitas para ingressar na rede.
 Em 27 de fevereiro de 2006, o Facebook passou a aceitar também estudantes secundaristas e algumas empresas. Desde 11 de setembro de 2006, apenas usuários com 13 anos de idade ou mais podem ingressar.
 Os usuários podem se juntar em uma ou mais redes, como um colégio, um local de trabalho ou uma região geográfica.
O website possui mais de 500 milhões de usuários ativos, a posição do Facebook no ranking de tráfego de visitantes do Alexa, subiu do 60º lugar para 7º lugar. É ainda o maior site de fotografias dos Estados Unidos, com mais de 60 milhões de novas fotos publicadas por semana, ultrapassando inclusive sites voltados à fotografia, como o Flickr.
No "Ad Planner Top 1000 Sites", que registra os sites mais acessados do mundo, através do mecanismo de busca do Google, divulgado em junho de 2010, o Facebook aparece como 1º colocado, com 540 milhões de visitas e um alcance global de 35% registrados no mês de abril.
Atualmente, o perfil mais seguido no Facebook é o da cantora estadunidense Lady Gaga com 21.919.128 de pessoas a 6 de Novembro de 2010

O website é gratuito para os usuários e gera receita proveniente de publicidade, incluindo banners e grupos patrocinados (cujas cotas seriam de mais de 1,5 milhão de dólares por semana em abril de 2006, segundo rumores).
Usuários criam perfis que contêm fotos e listas de interesses pessoais, trocando mensagens privadas e públicas entre si e participantes de grupos de amigos. A visualização de dados detalhados dos membros é restrita para membros de uma mesma rede ou amigos confirmados. De acordo com o TechCrunch, 85% dos membros dos colégios suportados têm um perfil cadastrado no website e, dentre eles, 60% fazem login diariamente no sistema, 85% o faz pelo menos uma vez por semana e 93% o faz pelo menos uma vez por mês.
 De acordo com Chris Hughes, porta-voz do Facebook, as pessoas gastam em média 19 minutos por dia no Facebook. Em um estudo conduzido em 2006 pela Student Monitor, uma empresa especializada em pesquisas de mercado relacionadas a estudantes universitários de Nova Jérsei, Facebook foi o segundo nome mais "in" entre os estudantes, empatado com cerveja e sexo e perdendo apenas para iPod.

Mark Zuckerberg, co-fundador e CEO do Facebook
Mark Zuckerberg fundou, juntamente com Eduardo Saverin, o "The Facebook" em fevereiro de 2004, enquanto freqüentava a Universidade de Harvard, com o apoio de Andrew McCollum e Eduardo Saverin. Até o final do mês, mais da metade dos estudantes não-graduados em Harvard foi registrada no serviço. Naquela época, Zuckerberg se juntou a Dustin Moskovitz e Chris Hughes para a promoção do site e o Facebook foi expandido à Universidade de Stanford, à Universidade Columbia e à Universidade Yale. Esta expansão continuou em abril de 2004 com o restante das Ivy League, entre outras escolas. No final do ano letivo, Mark e Dustin se mudaram para Palo Alto, Califórnia, com Andrew que havia conseguido um estágio de verão na Electronic Arts. Eles alugaram uma casa perto da Universidade de Stanford, onde se juntaram a Adam D'Angelo e Sean Parker. Andrew McCollum decidiu deixar a EA para ajudar em tempo integral no desenvolvimento do Facebook e do site "irmão" Wirehog. Em setembro, Divya Narendra, Cameron Winklevoss e Tyler Winklevoss, proprietários do site HarvardConnection, posteriormente chamado ConnectU, entraram com uma ação judicial contra o Facebook alegando que Mark Zuckerberg teria utilizado código fonte ilegalmente do HarvardConnection, do qual ele tinha acesso. A ação não procedeu
 Também nessa altura, o Facebook recebeu aproximadamente $500,000 do co-fundador do PayPal Peter Thiel, como um angel investor. Em dezembro a base de usuários ultrapassou 1 milhão.
Em maio de 2005, o Facebook recebeu 12,8 milhões de dólares de capital da Accel Partners. Em 23 de agosto de 2005, o Facebook compra o domínio facebook.com da Aboutface por $200,000 e descarta definitivamente o "The" de seu nome. A esta data, o Facebook foi "repaginado" recebendo uma atualização que, segundo Mark, deixou mais amigável aos usuários. Também neste mês, Andrew McCollum retornou a Harvard, mas continuou atuando como consultor e retornando ao trabalho em equipe durante os verões. Como antes, Chris Hughes permaneceu em Cambridge, enquanto exercia sua função como representante da empresa. Então, em 2 de setembro, Mark Zuckerberg lançou a interação do Facebook com o ensino secundário. Embora inicialmente definido para separar as "comunidades" para que os usuários precisassem ser convidados para participar, dentro de 15 dias as redes escolares não mais exigiam uma senha para acessar (embora o cadastro no Facebook ainda exigisse). Em outubro, a expansão começou a atingir universidades de pequeno porte e instituições de ensino pós-secundário (junior colleges) nos Estados Unidos, Canadá e Reino Unido, além de ter expandido a vinte e uma universidades no Reino Unido, ao Instituto Tecnológico y de Estudios Superiores de Monterrey no México, a Universidade de Porto Rico em Porto Rico e toda a Universidade das Ilhas Virgens nas Ilhas Virgens Americanas. Em 11 de dezembro de 2005, universidades da Austrália e Nova Zelândia aderiram ao Facebook, elevando sua dimensão para mais de 2 mil colégios e mais de 25 mil universidades em todo o Estados Unidos, Canadá, México, Reino Unido, Austrália, Nova Zelândia e Irlanda
Em 27 de fevereiro de 2006, o Facebook passou a permitir que estudantes secundaristas adicionassem estudantes universitários a pedido dos usuários. Um mês depois, em 28 de março, a revista BusinessWeek noticia que uma potencial aquisição estava em negociação. O Facebook declaradamente recusou uma oferta de $750 milhões, e estimou seu preço em $2 bilhões.
Em abril, Peter Thiel, Greylock Partners e Meritech Capital Partners investiram um adicional de $25 milhões no site. Em maio, a rede do Facebook se expandiu à Índia, no Indian Institutes of Technology (IITs) e no Indian Institutes of Management (IIM). No mês seguinte, o Facebook ameaçou pedir até $100,000 ao Quizsender.com por violação de copyright por copiar "visual e sensação" do Facebook. Em 25 de junho, novos recursos foram adicionados ao site para potencialmente atrair receitas adicionais. Foi feita uma promoção em parceria com a iTunes Store onde membros da Apple Students iriam receber gratuitamente 25 sons de amostra em vários gêneros musicais por semana até 30 de setembro. A promoção propunha deixar os estudantes mais entusiasmados e familiarizados com os serviços.
 Em meados de agosto, o Facebook adicionou universidades na Alemanha e colégios em Israel à sua rede. Em 22 de agosto o Facebook introduz o Facebook Notes, um recurso de blog com sistema de tags, imagens embutidas, entre outros recursos também permitindo a importação dos serviços de blogs Blogger, Xanga e LiveJournal. Este recurso ganhou posteriormente a possibilidade de comentar os posts comum nos sistemas "concorrentes". Em 11 de setembro o Facebook foi aberto para cadastro para todo o público.

Em 10 de maio de 2007, o Facebook anuncia um plano para adicionar classificados grátis em seu website. Este recurso ganhou vida em 14 de maio e foi chamado Facebook Marketplace. Também em maio, o Facebook lança sua API, chamada Facebook Plataform, para desenvolvimento de aplicações para serem usadas no site. Em junho, a parceria com a iTunes Store foi continuada oferecendo amostras de músicas grátis para o grupo Apple Students. Em julho o Facebook anuncia sua primeira aquisição: Parakey, Inc, de Blake Ross e Joe Hewitt. Em agosto, a companhia foi capa da edição especial anual "College" da Newsweek.
 Em 25 de setembro surge um rumor de que a Microsoft teria interesse em comprar parte do Facebook; rumor este confirmado um mês depois com a compra de 1.6% do Facebook por $240 milhões.
 Uma venda completa do Facebook é no momento, improvável, diz Mark Zuckerberg.
 Em 7 de novembro de 2007, o Facebook anuncia o Facebook Ads, uma iniciativa de marketing que inclui um sistema de sites parceiros para permitir aos usuários compartilhar informações sobre suas atividades neles com amigos no Facebook (Facebook Beacon); a possibilidade de empresas hospedarem páginas no Facebook de várias marcas, produtos e serviços (Facebook Pages); um sistema de veiculação de anúncios baseado no perfil do usuário e de seus amigos e em dados de atividade (Facebook Social Ads); e um serviço de fornecimento de publicidade com empresas fornecendo dados analíticos incluindo métricas de desempenho (Facebook Insights).
No que diz respeito à privacidade, o Facebook afirma que "nenhuma informação pessoal identificável é partilhada com o anunciante ao criar a Social Ad" e que "usuários do Facebook apenas verão os Social Ads à medida que os amigos compartilharem informações com eles". O Facebook Ads substitui o programa anterior Facebook Flyers
 Em 30 de novembro de 2007 o bilionário chinês Li Ka-Shing investe $60 milhões no Facebook.
The Wall, que pode ser traduzido livremente como O Mural, é um espaço na página de perfil do usuário que permite aos amigos postar mensagem para ele ver. Ele é visível para qualquer pessoa com permissão para ver o perfil completo, e posts diferentes no mural aparecem separados no News Feed. Muitos usuários usam os murais de seus amigos para deixar avisos e recados temporários. Mensagens privadas são salvas em Message, que são enviadas à caixa de entrada do usuário e são visíveis apenas ao remetente e ao destinatário, bem como num e-mail. Em julho de 2007 o Facebook, que só permitia posts de textos, passou a permitir postagem de anexos no mural.
Em fevereiro de 2007 o Facebook adicionou um novo recurso de gifts ("presentinhos") em seu site. Amigos podem dar gifts — pequenas imagens desenhadas por Susan Kare, ilustradora que desenha os ícones da Apple — a outros escolhendo um da Facebook's virtual gift shop e adicionando uma mensagem. Gifts dados aparecem no The Wall de outros usuários com a mensagem enviada, a menos que o doador queira dar a gift privadamente, nesse caso o nome do doador e a mensagem não são exibidos aos outros usuários. Além disso, todas as gifts, incluindo as privadas, são exibidas em uma caixa no perfil chamada "gift box", junto do nome do doador ou da palavra "Private" para gifts privadas.
Assim que se registram no site, os usuários do Facebook ganham uma gift gratuita para dar a quem quiser. Cada gift adicional pode ser comprada na Facebook's virtual gift shop por 1 dólar. A primeira seleção de gifts disponível teve como tema o dia dos namorados e 50% da receita líquida recebida em fevereiro de 2007 foi doada à instituição de caridade Susan G. Komen for the Cure. Após fevereiro, a doação deixou de ser feita. Pouco depois, o Facebook passou a disponibilizar novas gifts a cada dia, a maioria das quais tinham quantidade limitada de tempo e venda.
Com a chegada das "Aplicações", surgiu uma nova forma de presentear com gifts sem a necessidade de se pagar 1 dólar, porém, as gifts da aplicação "Free Gifts", criadas por Zachary Allia, não são semelhantes às oficiais, além de serem exibidas de maneira diferente.
Em maio de 2007, o Facebook introduziu o "Facebook Marketplace", permitindo aos usuários publicar classificados gratuitamente dentro das seguintes categorias: For Sale (à venda) , Housing (imoveis), Jobs (emprego) e Other (outros); e podem ser postados em diferentes formatos.
O Facebook adicionou um recurso chamado "Poke" para que os usuários enviem "Pokes" uns aos outros. Segundo o FAQ do Facebook, um Poke é "uma forma de você interagir com seus amigos no Facebook. Quando criamos o poke, nós achamos que seria legal ter um recurso sem qualquer finalidade específica. As pessoas interpretam o poke em muitas maneiras diferentes, e nós encorajamos que você venha com seu próprio significado". A princípio, ele se destina a servir como uma forma de atrair a atenção de outro usuário. No entanto, muitos usuários utilizam-o como uma forma de dizer "Olá", e alguns como uma "investida sexual". Há muitas aplicações, tais como "X Me" e "SuperPoke!", que permitem ao usuário enviar qualquer ação no lugar da palavra "poke".
O recurso "Status" permite aos usuários informar a seus amigos e a membros de sua comunidade seu paradeiro atual e suas ações. Atualizações de Status estão disponíveis na sessão "Recently updated" (Atualizações recentes) de toda sua lista de amigos.
"Facebook Events" são uma maneira para que os membros informem seus amigos sobre os próximos eventos em sua comunidade, para organizar encontros sociais ou simplesmente para dizer o que está sentindo no momento.
Applications
Em 24 de maio de 2007, o Facebook lança o "Facebook Plataform", na qual prevê o framework para desenvolvedores criarem aplicações que interajam com os recursos internos do Facebook. Até jogos como xadrez e scrabble estão disponíveis. Em 5 de dezembro de 2007, mais de 10 000 aplicações já estavam disponíveis.
 Em 4 de julho de 2007 surge a Altura, primeira empresa do mundo de capital de risco voltada ao Facebook. Em 29 de agosto de 2007, o Facebook alterou a forma com que a popularidade das aplicações são medidas a fim de dar mais atenção às aplicações mais envolventes, seguindo críticas de que um ranking de aplicações apenas por número de usuários gerava vantagem para as absolutamente virais.
Facebook Video
Enquanto o Facebook lançava sua plataforma, ele também lançou uma aplicação  onde se pode partilhar vídeos dentro do Facebook. Os usuários podem adicionar vídeos por meio de upload, adicionando diretamente do celular através do "Facebook Mobile" ou utilizando um recurso de gravação direta de uma webcam.
Além disso, pode-se "taggear" seus amigos nos vídeos. Este recurso surgiu devido à concorrência com o MySpace. No entanto, o Facebook Video não permite partilhar vídeos fora do Facebook nem fazer download ou exportar os vídeos enviados. Para suprir a necessidade de baixar os vídeos, um script para Greasemonkey publicado no Userscripts.com e cumpre esta função.
Em 2010, o Facebook juntamente com a operadora de celular TIM do Brasil, lançaram o serviço de acesso grátis ao site 0.facebook.com através do próprio aparelho celular. Apesar do serviço ser grátis para todos os planos como Pré e Pós-pago, o serviço causou muitos transtornos por estar fazendo cobranças indevidas aos usuários Pré-pagos.

Estatísticas do Facebook em dezembro de 2010

Usuários ativos  Mais de 500 milhões

Média de amigos por usuário      130 pessoas

Média de uso por mês    700 minutos por usuário

Buscas  Mais de 500 milhões por mês

Maiores países


 Estados Unidos
 Reino Unido
 Índia
 Turquia
 França
 Itália
 Canadá
 Filipinas
 Espanha
 México
150 milhões de usuários ativos   que acessam o facebook de dispositivos móveis
30 milhões de conteúdos compartilhados   

sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

Instagram, a arte de recriar fotos no iPhone

Aplicativos


Quase 300.000 imagens são colocadas por dia no serviço criado por brasileiro, que adiciona às fotografias um aspecto envelhecido – mas elegante e moderno

James Della Valle
Fotos alteradas pelo Instagram: chance de aprimorar e compartilhar imagens
Fotos alteradas pelo Instagram: chance de aprimorar e compartilhar imagens
"A ideia não é compartilhar pensamentos, como ocorre no Twitter, mas dividir com o mundo instantêneos da vida capturados em imagens"
Mike Kriege, brasileiro criador do Instagram
Quando o brasileiro Mike Krieger e o americano Kevin Systrom se reuniram para criar um aplicativo de edição de fotos para iPhone, o futuro do programa parecia incerto. "Kevin, então, me perguntou: "Na sua opinião, quantas pessoas vão se cadastrar no primeiro dia do serviço?' Ele chutou umas 2.500", relembra Krieger. Os donos do Instagram não revelam o número apurado no primeiro dia de atividade, em outubro de 2010. Mas certamente as expectativas foram superadas. Seis meses depois da criação, os mais de dois milhões de usuários do serviço cadastram 290.000 fotos por dia. É uma mania dentro do telefone de Steve Jobs.
O primeiro pilar do serviço é transformar fotos triviais produzidas por usuários em obras de arte. Para isso, aplica às imagens filtros, que dão a elas um aspecto envelhecido – mas elegante e moderno, ao mesmo tempo. O segundo pilar é permitir que os usuários compartilhem as imagems editadas a partir de uma rede dedicada, além de disparar os instantâneos pelos sites sociais já conhecidos Facebook e Twitter. A ideia fez tanto sucesso que já atraiu investimentos da ordem de 7 milhões de dólares.
Krieger e Systrom se conheceram na badalada Universidade de Stanford, na Califórnia, mas só voltaram a se encontrarm dois anos depois de formados. Decidiram, então, montar a empresa Burbn, com o objetivo de criar um aplicativo de geolocalização parecido com o FourSquare. Só depois disso é que os jovens empreendedores resolveram partir para um projeto na área de fotografia, com recursos simples, bons resultados e de fácil manipulação pelo usuário. "Estávamos decididos a resolver os três maiores problemas das pessoas que tiram fotografias em celulares: a má qualidade das imagens, a dificuldade de compartilhá-las e a lentidão de todo o processo", conta Krieger. "Se nossa ideia pudesse resolver um desses problemas, trabalharíamos nela. Caso contrário, deixaríamos de lado." Eles conseguiram suplantar os três obstáculos.
O ambiente de rede criado pela dupla permite a criação de vínculos entre usuários e a aplicação de tags para identificar as imagens. Opções de privacidade também estão disponíveis. Elas podem ser configuradas caso o usuário queira compartilhar suas criações apenas com amigos ou exibi-las indiscriminadamente. "A ideia não é compartilhar pensamentos, como ocorre no Twitter, mas dividir com o mundo instantêneos da vida capturados em imagens", diz Krieger.

Os filtros disponíveis foram criados a partir da experiência no Photoshop. A intenção, é claro, é adicionar certa atmosfera às imagens (o tom sépia ou colorações típicas dos primeiros filmes, por exemplo), que, em geral, saem planas e pouco interessantes. Para a primeira versão, foram criadas dezenas de filtros, eliminados aos poucos, à medida que os usuários mostraram preferência por alguns efeitos. Isso, contudo, não impede que novos recursos sejam incluídos no futuro. "Já criamos quatro filtros novos. Um deles, o Toaster, foi batizado em homenagem ao cachorrinho do Kevin Rose, fundador do Digg e amigo meu e de Kevin", conta o brasileiro.

Negócios – Usuários chamam dinheiro no mundo dos negócios virtuais. Embora o Instagram seja um serviço completamente gratuito, seus criadores e investidores pensam agora em formas de lucrar com o programa. Entre as opções em estudo, estão a adição de recursos extras, pacotes de filtros pagos e até a eventual oportunidade de divulgação de marcas. "O problema é que todas essas ideias só se tornam viáveis com um grupo grande de usuários. Estamos concentrados no momento em acelerar o nosso crescimento, que vai muito bem", adianta Krieger. Recentemente, a empresa encontrou mais uma opção de lucro: a abertura da API de seu aplicativo. Significa que desenvolvedores independentes poderão utilizar partes do Instagram dentro de seus projetos, criando programas híbridos. A princípio, os recursos básicos seriam gratuitos. Já os avançados poderiam ser incluídos em uma categoria paga.
Outro caminho para a expansão é fazer o aplicativo rodar em outras plataformas, como o sistema operacional Android, do Google, e Windows Phone, da Microsoft. O tablet iPad, da Apple, ainda não está no radar, uma vez que o aparelho não tem câmera. O jeito é esperar por uma segunda versão do aparelho, que deve ser lançada na próxima semana. "Queremos ser o modo pelo qual pessoas comunicam às demais que estão passeando, compartilhando momentos interessantes através de suas imagens", diz Krieger.

Oprah Winfrey


Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Oprah Winfrey
Oprah Winfrey demonstrando seu apoio a candidatura de Barack Obama para a presidência dos Estados Unidos em 2008.
Nome completoOprah Gail Winfrey
Nascimento29 de janeiro de 1954 (57 anos)
KosciuskoMississippi
 Estados Unidos
FortunaUS$ 3,0 bilhões Green up.png<[1]
(10 de março de 2010)
OcupaçãoApresentadora de programa de entrevista e Empresária
Principais trabalhos
SalárioUS$ 600 milhões (ano)Green up.png[3]
(29 de junho de 2010)
Página oficialOprah.com
AssinaturaOprah Winfrey Signature.svg
Oprah Gail Winfrey, (Kosciusko29 de janeiro de1954) - mais conhecida por seu nome artísticoOprah Winfrey é uma apresentadora de televisãoempresária estado-unidense, vencedora de múltiplos prêmios Emmy p


  • No sitcom Drake & Josh, um dos protagonistas é apaixonado por Oprah.

É também uma influente crítica de livros, uma atriz indicada a um Oscar pelo filme A cor púrpura e editora da revista The Oprah Magazine. De acordo com a revista Forbes, Oprah foi eleita a mulher mais rica do ramo de entretenimento no mundo durante o século XX, uma das maiores filantropasde todos os tempos e a primeira mulher negra a ser incluída na lista de bilionários, em 2003. Em2010, é a única mulher a permanecer no topo da lista por quatro anos.
Apresentou o programa de entrevistas, The Oprah Winfrey Show, que ficou no ar durante vinte e cinco anos. 
Seu último programa foi ao ar em 25 de maio de 2011. Oprah agora irá dedicar-se a sua própria rede, OWN (The Oprah Winfrey Network) e outros projetos pessoais.
Oprah ganha cerca de 50 milhões de dólares por mês com todas as suas incumbências profissionais.


Biografia

Infância

Oprah Winfrey nasceu nos Estados Unidos (Mississipi) numa família batista. Os pais eram adolescentes não-casados. Chamaram-lhe originalmente Orpah Gail Winfrey, em homenagem a uma das pessoas no Livro de Ruth (da Bíblia grega, latina e hebraica). Winfrey diz que, devido a problemas na soletração ou pronuncia de "Orpah", o "r" e o "p" foram invertidos.[9][10] Sua mãe, Vernita Lee, eradona-de-casa, e o pai, Vernon Winfrey. Actualmente vive em Boston, nos Estados Unidos.
O pai de Oprah estava nas Forças Armadas quando esta nasceu. Depois do nascimento, a mãe de Oprah viajou para o norte e Oprah passou os seis primeiros anos a viver numa zona rural bastante pobre com a avó Hattie Mae. A avó ensinou-a a ler antes de ter três anos e levava-a para a igreja, onde recebeu a alcunha The Preacher (A Pregadora), pela habilidade de recitar versos da Bíblia. Quando Oprah era ainda criança, a avó batia-lhe se esta não sabia os versos ou comportava-se mal de qualquer maneira.
Com seis anos, Oprah se mudou para uma vizinhança na cidade de Milwaukee no Wisconsin com a sua mãe, que foi menos encorajadora e rigorosa para Oprah do que a avó tinha sido, em grande parte devido ao longo horário de trabalho.
Oprah afirmou em 1963 que chegou a ser molestada por seu tio e primos quando tinha nove anos de idade.[


Juventude

Apesar da vida difícil, Oprah sempre se dedicou aos estudos e aos 13 anos ganhou uma bolsa de estudos na Nicolet High School, uma das melhores escolas públicas do Wisconsin. Depois de anos de abuso, Oprah fugiu de casa.[15]
Aos 14 anos, já longe de casa, Oprah ficou grávida, porém o filho morreu logo após o nascimento. Oprah foi morar com o pai em NashvilleTennessee. Oprah se tornou cada vez mais dedicada e popular entre os colegas de escola chegando a ser votada uma vez como a "Garota mais Legal da Escola".
Oprah também ganhou um concurso de locução que lhe garantiu uma bolsa de estudos na Universidade do Tennessee, uma universidade históricamente negra, onde estudou Comunicação Televisiva. Com 17 anos Oprah ganhou um Concurso de beleza.
Ela também atraiu o interesse da rádio local, WVOL, que a contratou para transmitir as notícias de plantão.[14]Oprah trabalhou nessa rádio até seus dois primeiros anos na faculdade.
A escolha de Oprah pela mídia não surpreendeu sua família, em especial sua avó, que dizia que Oprah tinha o dom de falar em público. Oprah posteriormente reconheceu a influência da sua avó, dizendo que ela sempre a incentivou a falar em público "deu-me uma imagem positiva de mim mesma".[17]
Já trabalhando na mídia local, Oprah era a mais jovem e a única negra a ocupar o cargo de âncora de um jornal de Nashville. Ela se mudou para Baltimore em 1976 para trabalhar também em um jornal local. Lá ela atuou ao lado de Richard Sher no programa de entrevistas People are Talking, que estreou no dia 14 de agosto de 1978. Também liderou o Dialing for Dollars.
Mansão de Oprah em Montecito.


Residências

Oprah reside atualmente na "The Promised Land" (em portuguêsA Terra Prometida), uma propriedade de 170 mil metros quadrados localizada em Montecito no Condado de Santa BárbaraCalifórnia.[18][19] Oprah também possui uma casa emLavallette em Nova Jérsei, um apartamento em Chicago, uma propriedade na Fisher Island em Miami, uma mansão emDouglasville na Geórgia, uma casa de inverno em Telluride noColorado, uma casa de veraneio na ilha Maui no Havai e uma residência na Antígua. No todo, seu património, em 2010, foi avaliado pela revista Forbes em 1,95 bilhão.


Família

Oprah tem mantido uma relação com o empresário Stedman Graham desde 1986. Eles planearam um casamento formal que deveria ocorrer em novembro de 1992, mas a cerimônia nunca ocorreu devido a falta de tempo. Oprah já declarou publicamente que nunca teve filhos, mas disse que suas alunas sul-africanas da "Oprah Winfrey Leadership Academy for Girls" ocupam o lugar que seria dedicado aos seus filhos.[carece de fontes]
Oprah disse a uma revista que acha que seus parentes a abandonaram e a ignoraram, por razão da sua gravidez precoce. Oprah também tinha um meio-irmão Homossexual que veio a falecer em consequência do contágio por HIV. Um teste de DNA realizado num programa da PBS comprovou que o grupo étnico de Oprah provém da região da Libéria.

Saúde

Para comemorar o seu 40.º aniversário Ophrah correu a maratona Marine Corps Marathon, completando a distância em 4 horas, 29 minutos e 20 segundos. Em 16 de outubro de 2007, Oprah diagnosticou um problema na sua Tiroide.
Cquote1.svgNo final de Maio eu me sentia tão cansada que não percebi o que estava acontecendo em minha vida. Acabei indo para a África para visitar minhas lindas 'filhas' durante um mês. Mas, ainda assim, estava muito cansada e resolvi consultar um médico e finalmente descobri o distúrbio na minha TiroideCquote2.svg
Oprah Winfrey
Oprah abraça os Obama na disputa pelo cargo de Presidente.


Religião

Em 2002, a Christianity Today publicou um artigo intitulado A Igreja de O (em inglês The Church of O) falando sobre a influência espiritual que Oprah tinha sobre seus fãs. A série animada Futurama fez alusão à influência espiritual de Oprah, sugerindo que ela fundou uma religião denominadaOprahismo.


Oprah exerceu uma considerável influência política durante a candidatura de Barack Obama ao cargo de Presidente dos Estados Unidos em 2008. Sendo esta a primeira vez em que Oprah apoiou algum político. Oprah demonstrou primeiramente seu apoio aos Obama na sua residência em MontecitoCalifórniae desde então Oprah acompanhou os Obama em todos os seus comícios políticos na Carolina do SulIowaNova Hampshire,TexasMichigan e Kansas. Em 2008 Barack Obama ofereceu sua cadeira no Senado dos Estados Unidos para Oprah.


Carreira

Harpo Studios em Chicago, onde é gravado o The Oprah Winfrey Show.


Televisãom 1983, Oprah se mudou para Chicago para liderar o talk show matinal AM Chicago, que teve seu primeiro episódio exibido no dia 2 de janeiro de 1984. Dentro de poucos meses, o programa de Oprah se tornou o mais visto da região de Chicago superando o concorrente The Phil Donahue Show. O sucesso foi tanto que a emissora concedeu uma hora inteira de duração ao talk show que foi rebatizado de Oprah Winfrey Show e passou a ser transmitido para todo o país em Setembro de 1986.

 Já tendo superado os concorrentes locais Oprah duplicou sua audiência nacional, superando Donahue no ranking de talk show mais visto da América.

O sucesso foi tanto que a revista Time publicou: "Poucas pessoas apostaram que Oprah Winfrey teria uma rápida ascensão na mídia televisiva. Em uma área de trabalho dominada por homens brancos e mulheres brancas, ela é uma negra de preferência majoritária… Ela não é concorrência para Paul Donahue…Trata-se do talk show como uma sessão terapêutica." Em meados de 1990, Oprah adotou um programa em formato de tabloide tratando sobre doenças cardíacas e assuntos religiosos e entrevistanto pessoas de origem humilde.
Em 10 de fevereiro de 1993, Oprah conseguiu uma rara e altamente esperada entrevista com o Rei do Pop Michael Jackson que se tornou o quarto evento mais assistido da história da TV mundial (e efetivamente, a maior audiencia da carreira de Winfrey), com uma plateia recorde de 100 milhões de pessoas assistindo o programa de todas as partes do mundo, simultaneamente. O especial, intitulado"Michael Jackson talks... to Oprah", foi ao ar, ao vivo, da mansão do cantor, Neverland Valley, localizado no Condado de Santa Barbara, na Califórnia.
Em 2004, outro fato marcante ocorreu, quando Oprah distribuiu carros Pontiac G6 para toda a plateia, totalizando 276 veículos doados pela Pontiac como parte de um acordo publicitário.
Oprah assinou contrato com a emissora ABC para estender o programa até a temporada 2010-2011. Se o programa continuar a ser produzido além desta temporada terá um total de 25 anos de existência.
Pelo contrato, a última temporada (2011) ficou estabelecida com 130 episódios, dez a menos que a quantidade produzida normalmente.
A edição de 2004 do Prêmio Nobel da Paz foi apresentado por Oprah ao lado do ator Tom Cruise
O evento também contou com participações especiais de Cyndi LauperAndrea BocelliJoss Stone e outros artistas.


Cinema

Oprah atuou pela primeira vez em 1985 no filme de Steven Spielberg A Cor Púrpura.
 No ano seguinte Oprah foi indicada ao Oscar de melhor atriz coadjuvante mas perdeu para Anjelica Huston. Em 1998 Oprah estrelou o filme 'Beloved', que apesar do sucesso em Hollywood perdeu um total de 30 milhões de dólares. Também dublou em A Menina e o Porquinho de 2006, Bee Movie de 2007 e A Princesa e o Sapo, de 2009.
Oprah Winfrey cropped.jpg


Livros e Revistas

Oprah é dona de duas revistas, "O, The Oprah Magazine" e "O at Home". Também já produziu cinco livros e está produzindo um novo livro de auto-estima que é considerado o mais lucrativo e caro de todos os tempos, só perdendo para a auto biografia deBill Clinton intitulada My Life.[36] A revista de Oprah lucra cerca de 63 mil dólares por ano (bem acima da média de revistas femininas). 


Rádio

Em 9 de fevereiro de 2006 foi anunciado que Oprah havia assinada um contrato de três anos com a 'XM Satellite Radio' envolvendo 55 milhões de dólares com o objetivo de criar um novo canal radiofônico intitulado Oprah and Friends
O canal estreou no dia 25 de setembro do mesmo ano.


Internet

Oprah possui o site Oprah.com, criado pela produção da apresentadora e fornece recursos e informações sobre o programa e a vida de Oprah. O site recebe cerca de 70 milhões de visitas por mês e 20 mil mensagens por semana.


Canal de TV 2008 Oprah e a Discovery Communications anunciaram planos para transformar o canal Discovery Health em um canal especial dedicado inteiramente a Oprah, intitulado de OWN (The Oprah Winfrey Network), que estreou no dia primeiro de Janeiro de 2011. 


Programa de TV

No dia 20 de novembro de 2009, Oprah Winfrey anunciou e confirmou o fim do seu programa para 2011, depois de mais de vinte anos no ar pelo canal de TV estadunidense ABC.[30] O anúncio emocionado da apresentadora foi feito ao vivo nos minutos finais de seu programa "The Oprah Winfrey Show". Segundo Oprah, a decisão foi tomada "depois de muita oração e meses de análises cuidadosas". Ela disse ainda: "Eu amo este programa, e amo o bastante para saber quando é hora de dizer adeus". 
Após o fim do seu programa, Oprah dedicará mais tempo ao seu canal de TV: "The Oprah Winfrey Network".

Referências